segunda-feira, novembro 07, 2005

Que dizer a uma avó que perdeu uma neta de 6 anos assim de repente? Uma criança saudável a quem apareceu de repente um tumor.
Ouvi um desabafo de uma senhora que acabei de conhecer mas eu própria não consegui conter as lágrimas enquanto a ouvia. Em cada palavra sentia o seu desespero interior.
Deixei-a falar, acho que é isso que lhe está a fazer falta. Deixar correr as lágrimas e as palavras.
Temos mesmo de agradecer todos os dias por a nossa vida correr tão bem e pararmos de nos preocupar e perder tempo com tantas coisas insignificantes.
Como é possível voltar a viver sem dor após uma situação assim?
Foi somente um desabafo.

11 comentários:

Mãezite disse...

Não deve existir dor maior... até estou arrepiada.

Magda Neves disse...

Olá!!!
Sem dúvida que deve ser uma grande dor.
Beijinhos grandes
Maguy+Gu
(http://blogs.portaljunior.com/maguy)

AmigaTeatro disse...

Há coisas que não se comentam... não dá. Só o rosto, a expressão, o olhar falam por si... as palavras, nessas alturas, escondem-se!

Enfim,
é nestas alturas que nos apercebemos que muitos dos problemas que nos queixamos diariamente são fruto de não conhecermos os "verdadeiros" problemas...

Sem comentários!

Mamuska disse...

Nem quero imaginar o que é sentir uma dor assim...Temos mesmo que viver muito o dia a dia, porque nunca sabemos qual vai ser o útimo dia de cada um...
Beijoss grandessss

silviaflor disse...

Pois é dificil comentar uma situação destas muito parecido á do meu blog de ontem, é uma dor sem nome, e a vida deixa de ter significado para esses pais

AnaBond disse...

não faço ideia...

não consigo imaginar a dor, e espero nunca vir a saber...

um beijo.

InêsN disse...

sem palavras...
:o(

Catarina Agostinho disse...

OLÁ
SÓ DE OUVIR ESTE TEU PEQUENO DESABAFO, FICO FRAGILIZADA! TEMOS QUE DAR GRAÇAS A DEUS DOS NOSSOS MENINOS SEREM SAUDÁVEIS! A PERDA DE UM FILHO É UMA DOR MUITO PROFUNDA! DEVE SER IDÊNTICA Á PERDA DE UM NETO!
BEIJOKAS
CATARINA E JOÃO

Costinhas disse...

Quando se perde alguém assim tão próximo, a única coisa que se pode oferecer é um ouvido amigo.

É uma dor demasiada... e deve ser ainda pior quando quem parte é assim tão jovem.

Filipa disse...

As lágrimas caíram-me ao ler o teu post...
Sem palavras...

Fitinha Azul disse...

:((((