quinta-feira, dezembro 25, 2008

PARABÉNS

O dia 24 é muito aguardado por 2 razões: antes do Pai Natal chegar quem recebe prendas é o pai cá de casa ;)
Por isso temos sempre uma ansiedade a dobrar por este dia sempre especial.
PARABÉNS :)) Montes de beijos.
Nesta foto o Lucas ainda era tão pequenino...

quarta-feira, dezembro 24, 2008

Carta ao Pai Natal ;)

Os dois, já de pijama, ainda a escrever a carta ao Pai Natal. Temos de ter a certeza que não esquece nada.

Carta ao Pai Natal :)

segunda-feira, dezembro 22, 2008

Héé Héé
Quem adivinha o que ela está a fazer???
Héé Héé Quem adivinha o que ela está a fazer???

quinta-feira, dezembro 18, 2008

Estamos no pára arranca de uma fila. Chove muito. O maridão a conduzir, o Lucas na cadeirinha à frente, a Inês atrás do lado do passageiro e ao meu lado. Numa distração de segundos o maridão olha para trás, o carro da frente pára, na tentativa de parar, o nosso derrapa e PUM, batemos na carrinha da frente.
Apesar de estarmos praticamente parados o embate foi forte e a Inês começa a queixar-se da barriga (por causa do cinto).
É agora que vem a parte idiota da situação:
Estou no carro mesmo ao lado da Inês e com o Lucas à minha frente e que é que eu faço????
Tiro o cinto, saio disparada do carro, dou a volta, tento abrir as portas onde estão os miudos e ainda fico enervada com o maridão porque as portas estão trancadas. Tudo isto enquanto chove.
E o meu marido só pensava que raios eu fazia lá fora, à chuva com aquele ar de atarantada.
Ninguém se magoou e o nosso carro nem teve nada. Mais tarde fartámo-nos de rir com a situação, pois ainda por cima eu só me apercebi da estupidez do que fiz quando ele me perguntou qual era a minha ideia de sair assim disparada. DAHHH!!!!

quarta-feira, dezembro 17, 2008

Ela a fazer birra para não ir para a cama:

Coloca a mão na testa como se tivesse febre e diz aflita: "Mamã, estou muito enjoada."

Héé Héé Baralhou os sintomas ;))

quinta-feira, dezembro 11, 2008

Tantas novidades para contar,
tantas noites sem dormir,
tantas situações engraçadas dela e dele,
tantos nervos,
tanta felicidade,
tanta muda de fralda,
tanto mimo,
tanta roupa para lavar,
tantas fotos lindas,
tanto cansaço.
Nada ficou igual. Vamos voltar :))

sexta-feira, outubro 31, 2008

O nosso filhote

nasceu, lindo e perfeitinho. Tal como a irmã é um come e dorme.
Estamos muito felizes. Tem sido muito, muito bom.

Lucas
A cidade que o recebeu...
A cidade que o recebeu

terça-feira, outubro 28, 2008

tchau, tchau barriguinha

E hoje ela não parou de dizer:
"Amanhã o mano vai chegar."

E a mim está-me a dar um nervoso miudinho.

Coincidências

Porque ela é pequenina não dissemos à Inês o que tinha acontecido com o avô.
Domingo ela foi visitar a avó do papá. Quando voltou disse-me que não tinha visto o avô, que ele tinha ido passear mas que naquele momento já devia estar em casa. Depois disse muito baixinho:
"Como não estava, o vô não deu tostão." E fez um sorriso maroto. Um interesse inocente, diria eu.
O que aconteceu a seguir foi uma coincidência, mas o certo é que a Inês recebeu essa moeda e nós queremos acreditar que por vezes estas coisas não acontecem por acaso.

sexta-feira, outubro 24, 2008

O "Vô" velhinho

O meu sogro faleceu na passada 3ª feira. O papá do papá, o "Vô" velhinho como lhe chamava a Inês.
Por vezes a vida prega-nos destas partidas. O funeral foi 5ª feira de manhã e acontecia ao mesmo tempo que eu me encontrava na ultima consulta antes do nosso bébé nascer.
Está a ser meio complicado para o meu marido e para todos nós ter consciência plena que uns morrem para outros nascerem. É estranho.
Desde que o conheço, e já lá vão cerca de 15 anos, que o ouvia dizer em todos os aniversários que para o ano já cá não estaria. Depois repetia a mesma história de cada vez que vinha um neto a caminho. Sempre o conheci assim, com aquele ar de velhinho. Viu nascer 3 netos e conseguiu ultrapassar muitos problemas de saude e de vida. A verdade é que se aguentou até agora.
Este neto ele não vai mesmo conhecer mas tinha de aqui deixar umas palavras para mais tarde ele saber que este avô sabia que ele vinha a caminho, que ficou feliz com a noticia, que a mana em bébé gostava muito de estar ao colo dele e que agora, maiorzinha, gostava de receber o rebuçado ou a moeda que ele tinha sempre para ela.
Dele vem-me sempre à cabeça os nossos tempos de namoro, quando o íamos visitar e eu vinha sempre com a minha mochila cheia de ovos frescos das galinhas que ele tratava. Héé Héé, não sei como nunca "esborrachei" nenhum dentro do saco. Eu, a menina da cidade, achava um piadão áquilo.
Porque não o foi da outra forma, esta é a minha despedida, o meu adeus...
1920-2008

'Adeus

terça-feira, outubro 21, 2008

Amor Perfeito

Os avós ofereceram um amor perfeito à Inês para ela cuidar :))
Achei tão lindo e ela adorou. Anda sempre preocupada para eu não me esquecer de regar.

Apesar de todas as explicações, ainda existem coisas que não são tão simples como parecem. Esta semana ela surpreendeu-me , quando, do nada, me perguntou:

"Mamã, mas afinal para onde foi a Lara?"

Mais surpreendida fiquei quando depois da explicação ela me sai com esta (versão já traduzida ;):
"Não faz mal, depois a mamã arranja-me uma Lara."

Ops ?!?!


Amor Perfeito
Domingo assustei-me. Saimos um pouco e de repente comecei a sentir as mãos meias presas juntamente com um formigueiro. Quando olhei para elas estavam super inchadas com as veias muito salientes, a minha aliança a apertar-me o dedo. Bolas, que é que se passa???
Comecei a sentir-me esquisita. Sentei-me na fresca, acalmei e só em casa começou tudo a voltar ao normal. Cheguei a pensar que tinha chegado a hora, mas não.
Agora tenho as mãos e os pés mais inchadas do que o que tinha mas nada de alarmante. Só ontem à noite consegui arrancar a aliança do dedo com muito óleo, muito creme e muita persistência da minha parte. Doeu mesmo.

O que ainda não contei é que a minha placenta está ligeiramente envelhecida e me foi detectada uma bactéria "XPTO" que me está a obrigar a tomar um antibiótico. Coincidiu com o inico da toma, não sei se terá alguma coisa a ver.

Andar na rua com esta barrigona chama a atenção, acreditem e suscita muita conversa, claro!!!
O que me vale é que eu estou mais ansiosa para ter o meu bébé cá fora, saudável e lindo do que estou preocupada com o parto, senão andava histérica de medo com as histórias "mirabolescas" que ouço ;)

Estou cada vez mais ansiosa por ver a carinha do nosso filhote.
Depois de olharmos para ele vamos decidir se vai ser Lucas ou Tomás.

quinta-feira, outubro 16, 2008

Se duvidas houvessem...

ficaram hoje esclarecidas ;))

Entretanto hoje na consulta fiquei a saber que pela estimativa da eco o bébé pesa apenas cerca de 2,400Kg. Não é muito, por isso foi-me recomendado descanso (esta é a parte mais dificil) para ver se aguento o rapazote na barriga por mais 2 semanas. Entretanto continuar com as vitaminas e beber muita água.

Realmente tendo em conta as 37 s e 3 d se nascesse agora estava bem pequenino mas também sei que isto são medições que podem não corresponder à verdade.

E agora a prova do rapagão que aí vem :))

Se duvidas houvessem...

quarta-feira, outubro 15, 2008

Sara

é a amiga imaginária da Inês com direito a lugar na mesa com prato e cadeira.
Hoje de manhã no carro ela estava um pouco chateada pois a Sara preferiu ficar em casa e não quis ir para os avós. Héé Héé

Quem manda aqui afinal???

Estou naquela fase em que a bexiga é que manda na minha mobilidade. Tem alturas em que me sinto capaz de fazer de tudo, tem outras em que caminhar é um tormento.

Para além disso este miudo mexe como nunca vi. Tanta acrobacia. Se ele mexer tanto cá fora como aqui dentro tou feita ;))

Hoje a Inês levantou-me a camisola, deu um beijo na barriga e perguntou se o "Ucas" tinha "nanado" bem. Isto é muito bom sinal, muito bom mesmo :))

segunda-feira, outubro 13, 2008

Tesourada

A Inês resolveu dar uma tesourada ao cabelo. Ainda por cima com uma tesoura que lhe tinha dito especialmente que não poderia mexer.
A olho desarmado tem alguns carrapitos e tal mas até nem se nota muito. Digamos que perdeu volume, muito volume.

Na foto apenas uma parte.

Tesourada

quinta-feira, outubro 09, 2008

Está quase, quase...

são as palavras que mais ecoam na minha cabeça. Estamos mesmo na recta final e começo a sentir um nervoso miudinho a apoderar-se de mim.
Às vezes ponho-me a pensar que com a Inês correu tudo tão bem (quer o parto, quer ela como bébé) que não sei se é possível repetir a dose desta vez. O que vale é que também não tenho muito tempo para me dedicar a estes pensamentos palermas.
Ele mexe muito, muito mesmo. Não me lembro nesta fase se a Inês mexia assim tanto. Afinal é suposto estar apertadinho mas a minha barriga anda sempre num reboliço visivel a olho nu :))
É impossível dizer que não vou sentir saudades destes amassos interiores, mesmo que neste momento a barriga já me pese muito e me limite os movimentos.
Ai, ai, estou a ficar ansiosa para conhecer o pimpolho e ter a certeza que está tudo no sitio certo.

Fase Winx

Num abrir e fechar de olhos a Inês entrou na fase das Winx. Ainda adora o Ruca mas estas miudas giras e cheias de poderes (que eu ainda não conheço ;) são agora as suas favoritas. Um destes dias tive de andar na net a descobrir o nome de cada uma delas para escrever no poster que agora decora o quarto. Sim, porque ela também ainda não sabe muito bem o nome de todas e quando me pergunta eu lá vou espreitar. Héé Héé
Anda mais animada. Voltou a dar-me beijinhos na barriga e já interiorizou por completo que é um mano com pilinha que vem a caminho :)

terça-feira, outubro 07, 2008

Mana a espreitar o mano :)
ou
"que grande barrigona!!!"

Ai que barrigona ;)

35 semanas

35 semanas

quinta-feira, outubro 02, 2008

Hoje fomos a mais uma consulta e confirmei o rapazola. Na verdade não deu para ver a pilinha muito bem mas as bolinhas estavam lá a confirmar tudo.
Entretanto está de novo virado para baixo. Já tinha dado a volta, depois atravessou-se e agora voltou ao pino. Vamos lá ver se se mantém assim.

Quanto à Inês, com tanta excitação à volta do mano e toda a gente a falar-lhe do mesmo anda mais mimada e muito carente. Ela que até é muito independente e nada melga, só pede mimos e beijinhos e faz mais birras que o habitual. De vez em quando começa a falar à bébé, coisa que nunca fez até agora.

Tudo isto quase que antecipou o nascimento em termos de entusiasmo geral e para ela está a ser uma prova de fogo.

domingo, setembro 28, 2008

Estava a modificar a barrinha de cima e de repente o blog apagou-se todo :(
Consigo ver os posts se for a editar mas não consigo fazer com que apareçam no blog. Não estou a perceber o que aconteceu. Bolas!!!
Apaguei mais do que devia. Andei aqui às voltas mas consegui perceber o que faltava. Quase entrei em pânico. Achei que tinha ido tudo ao ar. Ufa!!!

Vai ser um Lucas :)

Não foi fácil para mim conseguir criar aquele "click" com um nome de rapaz. Lucas era a nossa opção desde o inicio para rapaz mas agora parecia que já não fazia sentido. Para dizer a verdade só ontem me começou a soar bem. Já os miudos são incriveis. A Inês chorou naquele dia mas a partir do dia seguinte deixou de falar na Lara, começou a dizer bébé e de repente já era o "Uca", é assim que ela diz Lucas (ai, ai, a falta dos L's).
Tudo corre bem, portanto.
Entretanto a minha gravidez, ganhou outro fôlego. Recebo de novo os parabéns, todos demonstram um novo entusiasmo, enfim, sinto-me como se estivesse grávida de novo. No entanto, não deixa de continuar a ser um pouco estranho e muitas vezes ainda me refiro a ele como ela.
Hoje foi o unico dia em que a Inês voltou a dizer Lara ("iara"). Disse que se tinha esquecido.

quarta-feira, setembro 24, 2008

Afinal a Lara tem uma pilinha !?!? OPS!!!!

Pois é... estou eu muito descansada a fazer a minha eco das 34 semanas, a filhota ao meu lado a ver a mana e de repente o médico lança um murmurio, quase a falar para ele, enquanto olhava o monitor e ia observando: "medida cefálifa xxx, blá, blá, medida do abdomen, blá blá, tem então aqui um rapazote..." ?!?!
"Não. Tenho uma menina."
"É um rapaz. Nitidamente um rapaz. Quem lhe disse que era uma menina???" pergunta ele espantado.
"Disse-me desde sempre o meu médico e o senhor confirmou na eco morfológica."
"Olhe que se isso aconteceu foi a primeira vez em 16 anos" Ele estava nitidamente incrédulo e só acreditou qd viu no relatório escrito por ele da eco anterior: feminino.
E eu ainda perguntava:
"Mas tem mesmo a certeza????"
"Está a ver esta bola? É o saquinho onde estão os testiculos."
E agora quem estava incrédula era eu. Era enorme. Como é possível nenhum dos dois médicos se ter nunca apercebido? Depois ele ainda viu a pilinha mas eu não consegui ver nada. Comecei a rir de nervos enquanto dizia à Inês que afinal não iamos ter uma menina mas sim um menino.
Enquanto estavamos lá dentro a vergonha impediu males maiores. Quando saimos ela desatou num pranto a dizer que queria a mana, que queria a Lara de volta. Eu a tentar explicar que afinal ela ia ter um menino igual ao primo Gonçalo para brincar e ela só dizia que queria a Lara. Chorou imenso.
Eu tive um choque com a novidade e não consegui disfarçar perante a miuda. E se na minha cabeça tudo ficou de repente um pouco confuso, imagino o que se estaria a passar na dela.
A técnica espantada, a recepcionista incrédula. Pessoas que trabalham ali há muito e nunca tinham passado por aquilo. Afinal eu estou com 34 semanas.

Quando sai liguei logo ao maridão:
"Queres uma novidade das boas? Acabei de ver as "bolas" do teu filho."
"Tás a gozar????" e desde aí está tão espantado como eu.

Para nós, na nossa cabeça, ELE ainda é ELA. Não conseguimos imaginar outro nome para este bébé. Ainda estou a ve-la de saias a brincar com a irmã, ainda as estou a ver as duas no seu quartinho cor de rosa, ainda são duas e não dois.

Amanhã já devo começar a digerir a noticia e a ver as coisas com outros olhos.
Claro que isto não é nada de grave, aliás, para nós o sexo era indeferente mas passados tantos meses, a verdade é que a sensação é muito estranha. Parece que alguém desapareceu e veio outro no seu lugar.
Acho que agora o urgente é arranjar um nome, para o nosso bébé voltar a ter identidade própria e não ser apenas o bébé.

O que torna tudo muito estranho é que na passada 5ªfeira, na minha consulta de rotina, foi a unica vez em que a posição não permitia ver nada. Em todas as outras nunca houve nenhuma duvida, nenhuma indecisão. Será possível que as bolinhas estivessem no interior do corpo e só agora terem saído cá para fora?
De qualquer forma vou entregar os meus cd's com as gravações para o médico perceber onde errou.

Como alguém me disse ontem: esta gravidez tem sido um festival. Tudo acontece. Estou a entrar naquela fase em que já só quando vir este pequenote nos meus braços com tudo no sitio é que vou acreditar. A partir de agora é ver para crer.

Quem anda feliz da vida é a minha mãe :)

segunda-feira, setembro 22, 2008

"Escolinha"

Como já disse, a Inês não entrou para a pré e como alternativa está a frequentar um ATL pertinho da casa dos meus pais. Tem direito apenas a 5 horas semanais mas ela está a adorar. Para ela aquilo já é a escolinha, já tem amiguinhos novos e acho sinceramente que este convivio, mesmo que curto, vai ajudá-la na fala. É essa a minha esperança.
Agora já não é preguiça, noto-lhe o esforço mas não consegue mesmo. Por exemplo "rato" ela diz "iato" mesmo a tentar a sério.
Anda feliz da vida e no final do dia mostra-me as folhas das actividades e conta o que lá fez cheia de orgulho :))

Feira Medieval...

a semana passada. Umas horinhas animadas e bem passadas :)

Brincadeiras Medievais ;)

Miminhos sem medo :)



Muita animação


segunda-feira, setembro 15, 2008

É muito bom perceber a forma como a Lara já faz parte das conversas, das brincadeiras e da imaginação da Inês.
Está desejosa que ela nasça para poder ensiná-la a pintar. Héé Héé

terça-feira, setembro 09, 2008

Frango, frango, muito frango

Há cerca de 15 anos que não comia carne nem sentia vontade de comer. Tomei a decisão e consegui naturalmente abdicar dessa ementa. Compenso com o peixe e a soja.
Estava eu com cerca de 4 meses de gravidez e vi-me de repente seduzida pelo cheirinho de frango no churrasco. Quando o sentia, era ver-me de nariz no ar a absorver aquele cheiro. Mas não sentia vontade de comer.
Mais para a frente senti vontade de comer e neste momento posso dizer que estou viciada em frango no churrasco. Não consigo resistir, é mais forte do que eu. Sou capaz de comer ao almoço e ao jantar. O acompanhamento passa-me ao lado, só o pobre do frango me interessa, ou melhor o frango e água das pedras ;) Farto-me de beber esta água. Se for a lima limão sinto-me no céu. Héé Héé
A minha mãe ri-se. O maridão não percebe como ainda não enjoei. Para dizer a verdade nem eu, mas tenho a certeza que mais dia menos dia vou acabar por não poder ver frango à minha frente.
Da Inês não senti nada disto.

segunda-feira, setembro 08, 2008

Arrumações

Ontem dediquei o meu domingo ao quarto da Inês, posso mesmo dizer que dedicámos, pois desta vez ela ajudou mesmo. E ajudou porquê, perguntam vocês???
Porque eu decidi que o quarto tinha brinquedos e desarrumação a mais e combinámos deitar fora o que estava estragado e dar uma outra parte aos meninos que não têm brinquedos para brincar. Ela concordou mas claro que quis estar atenta, não fosse desaparecer alguma coisa que gostasse ;)

Às tantas pergunto:
"Posso dar este peluche? Tens tantos."
Faz beicinho e diz:
"Ó mamã, mas esse é tão "indo" (=lindo)"
Ok, ok. já ia devolve-lo ao cesto dos brinquedos quando ela me surpreende:
"Tá bem mamã. Pode ser para os meninos que não têm."

Outras vezes, perante a pergunta, ficava a olhar e a reflectir e acabava a murmurar:
"hummmm. Tá bem. Pode ser."
Que isto são decisões dificeis de tomar ;)

Juntámos 2 sacos de brinquedos para dar e olhem que com esta barrigona não foi tarefa fácil. Ainda assim ficou muita coisa.
O importante é que acho que ela captou a msg e eu fiquei muito satisfeita por ver o quarto mais "leve". Para além disso, já tenho estratégia para poder contar com uma ajuda extra da filhota.

sábado, setembro 06, 2008

Um livro só nosso

Estava eu a ler o blog da Sandra Brema quando descubro que ela imprimiu o blog, mas imprimiu como se fosse um livro. Ficou tão giro que me deu para começar a ler o meu próprio blog desde o inicio para ver se valia a pena o esforço. Aqui entre nós eu dantes dedicava-me mesmo. Adorei ler coisas e acontecimentos de que já nem me lembrava.
Este blog já não tem a piada que tinha por isso fiquei com a sensação que me deveria dedicar mais, porque gostei do que li (embora eu seja bastante suspeita ;), porque acabámos por esquecer muita coisa do dia a dia que sabe bem recordar.
Vou ficar com isto na cabeça e vou tentar voltar mais vezes.

Já agora deixo o site onde ela imprimiu o livro com tanta qualidade:
http://www.blurb.com/

quarta-feira, setembro 03, 2008

Varicela

Ai, ai, ai a minha vida...
Ontem estive com a Láu (minha afilhada, filhota da minha irmã) e as primas andaram juntas todo o dia. Começou a sentir dores de cabeça e mau estar, notámos que estava com febre e lá foi ela ao médico para descobrirmos que está com varicela. O médico disse que quase de certeza que já pegou à Inês.
Nos entretantos liguei para o meu médico e vou ter de fazer uma análise ao sangue - estudo serológico da varicela - para saber se fui contaminada ou se estou imune. A minha mãe não se lembra se já tive em miuda.

Agora resta esperar o resultado e ver se a filhota começa a ter alguns sintomas. Só me esqueci de perguntar se nesta espera tenho de ficar afastada da Inês.

Já consegui voltar a falar com o meu médico. Disse-me que quase de certeza que já tive varicela e que não preciso de me afastar da filhota. Esta análise é mais uma precaução.

terça-feira, setembro 02, 2008

30 semanas, quase, quase 31

Parece que nem se nota muita diferença em relação às 27 semanas mas deve ser da foto ;)
Eu sinto-me cada vez mais barriguda e desta vez tenho uma barriga empinada sugerindo a todos um rapazote mas que, na verdade, serve de guarida a uma menina :))
Foto de 29 de Agosto:

30 semanas

27 Semanas :)

Dia 5 de Agosto às 27 semanas

27 semanas

terça-feira, agosto 12, 2008

Soluços???

Domingo acordei com a Lara aos soluços na minha barriga. Acho que não estou a dizer nenhuma barbaridade mas era um bater ritmado, menos acelerado que um bater de coração. Ficou nisto imenso tempo e pelo meio mexia muito. Se calhar estava incomodada com aquilo.
Nessa manhã, e porque era domingo, deixei-me ficar na cama a apreciar toda aquela agitação, sentindo e vendo a minha barriga a tremelicar para todos os lados.

sábado, agosto 09, 2008

A Inês não entrou para a pré. São as maleitas de nascer no inicio do ano. Ficou em 6º por isso não existe qualquer esperança de aguardar pela desistências.
Ela queria muito e eu também. Ia fazer-lhe bem, principalmente por causa da fala.
Vou tentar descobrir alternativas...
Descobri este blog e não consegui parar de ler. Uma lufada de ar fresco :)

terça-feira, agosto 05, 2008

Influências do tempo

Ontem esteve muito calor e eu andei de rastos, sem vontade de fazer nada.
Hoje estou renovada. Ganho força extra com este tempo mais fresco. Nunca me dei muito bem com o calor mas este ano dispenso mesmo.

Venha a temperatura amena para os meus pés não incharem, para eu não ficar mole, para as minhas tensões não baixarem, para o ar entrar em cheio nos pulmões, para me sentir com ENERGIA.

Que me desculpem todos os que estão de férias e querem muito sol e calor ;)

segunda-feira, agosto 04, 2008

Hoje de manhã, a Inês, ainda a dormir, chamou pela Lara :)

sábado, agosto 02, 2008

Hoje é o meu dia :))

Pois é, aqui estou eu a completar 35 primaveras. Estou feliz :))

quarta-feira, julho 30, 2008

Existe sensação mais deliciosa que sentir o nosso bébé a mexer na barriga? :))))
(A mexer desde as 21 semanas:)-nota para não esquecer.

sexta-feira, julho 25, 2008

"Cô" de Rosa

Um dia desta semana a Inês estava no sofá mt compenetrada a ver desenhos na tv e a mim deu-me para ficar parada com os joelhos no chão e os cotovelos no sofá literalmente a apreciar a cria. Ela é gira ;)) mas naquele momento achei-a especialmente linda. Héé Héé.
Às tantas comecei a pensar em voz alta:
Será que a Lara vai ser parecida contigo?
De que cor serão os olhos? E o cabelo?

Ela tira os olhos da tv, olha para mim e sai-se com um:
Cô de rosa (= cor de rosa)

A Lara vai nascer com o cabelo cor de rosa????

Kiaro (=claro). Afinal ela é menina. Menina vem de cô de rosa.

quinta-feira, julho 03, 2008

Está tudo bem :))

Fui hoje fazer a eco ao coração da Lara e está tudo bem. A médica foi impecável, explicou-me tudo. Fiquei super aliviada.
Por precaução vou repetir esta eco às 30 semanas mas não há motivos para preocupações.
Ufa!!!!

quarta-feira, julho 02, 2008

Quase, quase férias...

Ontem estivemos a fazer a lista das coisas para levar de férias. "O minimo possível", diz o pai, já habituado a resmas de sacos e sacolas. Eu sorrio para mim própria porque sei a dificuldade que tenho em levar pouca coisa. É mais forte do que eu, encho sempre os sacos com medo que falte alguma coisa.
Vamos fazer campismo pela 2ª vez com a Inês. Da outra vez foram apenas 4 dias mas ela achou o máximo, parecia tudo de brincar e não se cansava de se atirar contra as paredes da tenda (tipo insuflável ;)
Desta vez vão ser mais dias e ela já está maior. Acho que vai ser o máximo.

Estas férias vão ser para tentar fazer o menos possível. Muita praia, muita água, muita brincadeira, muitos gelados, muito papo para o ar.

Nomes

Fizemos uma lista de nomes mas num belo dia a Inês foi passar um bocadinho a casa de uma amiguinha chamada Leonor. A partir desse momento a mana passou a chamar-se "Ionor".
Expliquei-lhe que esse nome, embora fosse bonito, não estava na lista mas não adiantou nada. A determinada altura até eu já estava a ficar convencida :D

Deixámos rolar até que, perante a certeza de que se trata mesmo de uma menina, a Inês já diz o verdadeiro nome da mana: "Iara" = Lara.
Custa mais a dizer mas lá vai saindo ;))

segunda-feira, junho 30, 2008

Eco cardio fetal

Fiz na passada 5ª feira a eco morfológica e confirmámos que se trata de uma menina :)
O que aconteceu foi que durante a eco comecei a reparar que o médico estava a dar muita atenção ao coração. No final acabou por dizer para não nos preocuparmos, que poderia ser da posição do bébé mas aconselhava a fazer uma eco cardio fetal pois a observação que estava a fazer não era conclusiva relativamente aquilo que deveria ver.
O problema é que liguei logo para a clinica que ele me indicou e só conseguia marcação para o dia 8/6. Depois de mt insistir consegui para o dia 3/6. Menos mal mas ainda assim uma semana de espera.
Continuo a acreditar que está tudo bem mas com este calor e todos estes imprevistos sinto-me esgotada e com raros momentos de energia.

Relativamente ao outro problema liguei directamente para o laboratório para me sentir totalmente esclarecida. Acabei a falar directamente com o Professor responsável pelo mesmo que sabia exactamente quem eu era e me explicou todo o procedimento por que passam estas análises, admitindo que houve um lapso da parte deles por não terem incluído a informação da eco. Por outro lado parece que a inclusão da eco na análise nem sempre é obrigatória, por exemplo em casos em que não vem mencionado o médico que fez a eco. No meu caso deveria ter sido incluída porque o médico que me fez a eco é dos melhores na especialidade e da total confiança deles. Relativamente à rapidez com que foi processada a informação também me explicou que bastou introduzir de novo todos os dados no pc para o novo resultado sair. O novo resultado é um rastreio negativo de 1/700 e qualquer coisa.
Não nos livraram das preocupações mas pelo menos admitiram o erro.

Festejar o S. Pedro

Sem contar, fartei-me de andar a pé mas valeu a pena. A Inês adora uma festa. É sinal de carrosel e divertimento. Para além disso desta vez também tivemos direito a fogo de artificio :)
No final ainda deu para comprar um daqueles balões da "Kika" (=Kitty) que desde essa altura tem andado sempre atrás dela. Héé Héé. Tudo isto com o tostão que o "vô do papá" deu.
Boa!!! ou "Bonga!!!" como ela diz ;)


Carrosel no S. Pedro - Yupiie ;)

sexta-feira, junho 20, 2008

A unica alegria do povo já se foi.

E logo agora que a filhota aprendeu a cantar a musica do João Moutinho, de cachecol no ar e tudo. Héé Héé

Estamos desiludidas :(

quinta-feira, junho 19, 2008

Assim vão as coisas...

O mimo da Inês com a mana que está na barriga é uma ternura. Bem... pensando bem, por vezes tanto mimo até magoa. São beijos e abraços cheios de energia que amassam por completo a minha barriga. Às vezes tenho de fugir. Héé Héé
O umbigo é a fonte de ligação, tipo telefone ;)
"Mánaaaa, aqui é a Iêsss (=Inês)"

E também está convencida que é pelo umbigo que ela vai sair ;)

Ciumes por enquanto nem vê-los. Já combinámos que ela vai ajudar a dar banho e a mudar a fralda, mas... "só o xixi, o cócó é a avó que limpa". Héé Héé. Coitada da minha mãe.

Nos entretantos estou mt barriguda. Bem mais do que aquilo que me lembro da Inês. Da Inês passou-me tudo ao lado. Desta vez estou mais cansada, espirro muito, muito, muito (tipo alergia) e quando me deito para dormir o meu nariz entope e não consigo respirar. É de doidos. Estou a um passo de ser expulsa da cama com tantas fungadelas e tantas mudanças de posição.

Embora a vontade às vezes não seja muita continuo a ir ao ginásio. Umas vezes vou para a piscina, outras não resisto ao Body Pump (embora quase sem pesos). Gosto muito destas aulas, divertem-me e sem forçar muito lá vou acompanhando. Na altura dos abdominais invento exercicios para os braços e faço aquele exercicio de grávida de prender os musculos do "baixo ventre". Não me lembro do nome desta técnica. O que interessa é mexer-me para não ficar uma bola ;)

segunda-feira, junho 16, 2008

Decisão tomada!!!

A decisão está tomada e sinto-me muito mais leve. Aqui vai o que aconteceu:
Recebi uma chamada do meu médico a dizer que o meu rastreio tinha dado positivo: 1 para 175 para sindrome de Down. Fiquei sem chão. Em Portugal os valores de risco são de 1 para 400 mas no Reino Unido, por ex, são de 1 para 150 e neste caso esta questão nem era colocada.
Disse-me que os valores eram mt baixos mas que existia o risco e teria de ponderar fazer a amniocentese. Tenho um caso próximo em que este exame resultou num aborto de uma menina saudável por perda de liquido amniotico. Sei que os riscos são minímos (cerca de 1%) mas existem. Para além disso o que me assusta ainda mais é que em caso positivo não sei se teria coragem de abortar e se assim for para quê correr riscos? Se decidisse fazer, na altura do resultado já estaria com mais de 20 semanas. Na eco T. Nucal está tudo bem e não acusou nada. Ficámos como uns tolinhos no meio da ponte.
Decidi falar com calma com o meu médico. Ele chegou-me a dizer que por vezes estes rastreios em vez de nos ajudarem só complicam, como no meu caso em que os valores de risco são minimos, mas existem.
Pedi-lhe mesmo para ele, (sem lhe estar a incutir qualquer tipo de responsabilidade perante o que acontecer), me desse a sua opinião pessoal, tipo, se fosse com ele o que faria.
Baseando-se na sua experiência profissional, ele foi honesto comigo. Foi mais ou menos isto: equlibrando toda a informação que temos numa balança, vemos o que pesa mais. Por um lado ainda tens 34 anos (não é considerada ainda idade de risco), tens uma eco T. Nucal perfeitamente normal e tens um resultado do rastreio bioquimico que embora apresente valores considerados de risco são minimos. Por outro tens a possibilidade de fazeres uma amniocentese em que o risco de aborto (na sua opinião e experiência) é de 3 a 5%.
De um lado tenho um risco de 1 para 170 (rastreio) e do outro 1 para 100 (amniocentese).Se fosse ele provavelmente não faria a amniocentese. O unico caso que teve em que deu positivo tratava-se de uma senhora com 37 anos em que a eco tb deu normal mas o rastreio apresentou valores de 1/10 e aí sim estamos a falar de valores de risco mt altos e realmente a amniocentese acusou positivo para T21.
Acho que no fundo tinha a minha decisão tomada desde o inicio mas não estava segura. O maridão não está tão seguro como eu mas conforme o tempo passou e me fui informando de tudo percebi que nunca seria capaz de fazer o aborto e como tal não se justificava fazer a amniocentese.
Entretanto as coisas alteraram-se um pouco pois fui a uma consulta e estavamos a falar com o meu médico qd ele dá conta que no resultado do rastreio não aparece a referência da medida da nuca. Percebi que ele não deu logo conta pq era uma informação de que ele já tinha conhecimento mas não tinha reparado que não se encontrava mencionado no resultado do teste. Fiquei de ligar de tarde a saber se aquele valor tinha sido calculado ou se simplesmente estava oculto no exame. Qd liguei disseram-me que não tinham essa informação e que, sendo assim, o valor do rastreio era francamente negativo.
Ora bolas... claro que fico mais descansada com a decisão que tomámos mas até que ponto se pode confiar nestas coisas? Até que ponto num simples telefonema entre médicos se dão conta que afinal o que era já não é?? Neste caso é a nosso favor mas poderia ser ao contrário. Como é que o laboratório pode apresentar este resultado sem ter em conta que falta a cópia do exame da ecografia T. Nucal? Eu entreguei mas se por qualquer motivo não estava lá não deveriam ligar-me a mim ou ao meu médico a dar conta que faltava um documento essencial para a conclusão do relatório?
Sinto-me mais descansada porque, independentemente deste episódio, a nossa decisão estava tomada mas se assim não fosse acho que não ficava mais descansada pois fica sempre uma desconfiança relativamente à forma como tudo aconteceu.
Agora resta-nos assumir a nossa decisão e sermos capazes de nos mantermos relaxados e optimistas o resto da gravidez pois continuo a sentir que o meu bébé está bem. Tenho plena consciência do risco, mesmo que minímo, que continua a existir, mas esta foi uma decisão totalmente consciente para o bem e para o mal.
Já agora e só por curiosidade: ainda não há certezas mas parece que é outra menina :))

terça-feira, junho 03, 2008

A partir do momento em que sabemos que vem um bébé a caminho sentimos tudo de forma diferente. Desta vez não fiquei eufórica como da Inês. Foi um pouco sem contar, com a confirmação numa consulta de rotina marcada à meses. Saí de lá meia aparvalhada, sem acreditar, sem saber exactamente o que sentia.
Tudo aconteceu a 5 de Março, um dia inesperadamente especial ;)
A partir daqui, começa a formar-se uma ligação muito forte que vai crescendo cada vez mais.
Tudo o que quero é estar preparada para aceitar este novo desafio e tomar as decisões certas.

quarta-feira, março 19, 2008

Dia do Pai

Uma caixinha cheia de beijinhos para o meu papá. Lá dentro para além dos beijinhos tem um coração ternurento ;))
Adoro-te papá!!!
Para o meu paizão um super beijo.
Giro, giro, foi colocar os beijinhos todos lá dentro. Eram tantos que quase não cabiam.
Héé Héé

terça-feira, março 11, 2008

Ops!!!

Quando a filhota vai ao parque com o avô leva sempre a sua bolsinha com brinquedos, tachinhos e afins. Mal lá chegou, 2 ou 3 meninos vieram ter com ela para brincar e parece que estou a vê-la a palrar e a dar ordens ;)
De repente o meu pai fica atento à conversa dos miudos mais velhos (cerca de 4 anos):
"Eu acho que ela é inglesa..."
Diz o outro:
"Não é nada. É portuguesa."
Remata o outro:
"Tenho a certeza que é inglesa. Eu não percebo nada do que ela diz."
O meu pai nem sabia se ria ou chorava com aquela conversa tão "séria" e a verdade é que contra factos não há argumentos. Por vezes até nós temos dificuldade em perceber o que ela diz.

terça-feira, fevereiro 26, 2008

Todos para a água ;) YUPPIEE

Andámos na piscina. Temos ido aos fins de semana de manhã e a filhota tem adorado. Ao domingo temos mesmo aulas e ela adora estar com os outros meninos e meninas e brincar com os insufláveis.
São aulas para bébés mas ela que não saiba, pois a nossa menina já é "gande" ;)
A musica relaxa e sabe bem.
Mergulha sem medo mas nem sempre faz o que o professor "Miél"(= Miguel) lhe pede.
Diverte-se à brava e adora lá andar :))

quinta-feira, janeiro 24, 2008

Mana na TV

Hoje a minha maninha linda vai voltar a aparecer na tv no programa "Não sabe mais que um miudo de 10 anos". No programa de 3ª feira tudo correu lindamente, ela transitou para hoje. A partir daqui as coisas complicam-se mas sempre deu para ganhar qualquer coisa e a experiência foi fantástica.
Os meus pais e a minha afilhada (sobrinha) também lá estiveram a assistir e acho que hoje ainda vão aparecer. Mas espectacular foi a minha sobrinha a dizer ao Jorge Gabriel de forma muito compenetrada:"Eu já tinha dito à minha mãe que Plutão já não fazia parte do sistema solar"
FOI LINDO!!!! Héé Héé
Ai mãe distraída a apanhar uma raspanete em publico da filhota ;))
Ela estudou mesmo e teve azar com a pergunta e depois com o miudo. Podia ter ido mais longe, mas aquilo é um nervoso... Ela adorou.
BOA MANINHA!!! Estavas linda.
Mas que a televisão engorda, lá isso é verdade.

domingo, janeiro 20, 2008

Depois da festa da Carolina estivemos a rever o video que o pai fez da festa do 1º aniversário da Inês.
Comentário aqui da pequenota:
"Olha a mamã, o papá, eu e a nham nham" (=chupeta).
Ops!!!
Pois é...ainda é uma amiga do peito e tá dificil mudar.Pelo menos é só para quando tem sono ou está com o táu. Ao menos isso.

segunda-feira, janeiro 14, 2008

Prendas de Aniversário

Recebeu uma tábua de dar a ferro e agora dá-me apoio psicológico na altura de dar a ferro. Mas a filhota é mt mais sofisticada: senta-se na cadeira (também prenda ;) para não cansar ;))

Prendas de Aniversário

sábado, janeiro 05, 2008

PARABÉNS FILHOTA :))

Um dia tão especial e o S. Pedro esqueceu-se de mandar vir o sol. Ai... ai...ai...
Mas isso são só detalhes. O que interessa é que hoje, apesar de tanta chuva, é um dia muito especial e feliz porque a nossa filhota linda faz 3 aninhos. Existe coisa melhor???
O papá fez anos na véspera de Natal e a Inês faz na véspera dos Reis. São festas que nunca mais acabam ;))) São prendas e mais prendas com muito mimo à mistura.
És a melhor coisa que nos aconteceu :))

quinta-feira, janeiro 03, 2008

Pai Natal

Ontem à noite, já de pijama, a filhota apareceu-nos à frente de mochilas e sacos às costas, brinquedos e afins nas mãos. Super carregada, sai-se com esta:

"Hó Hó Hó... Xou o Pai Natal. Qués uma penda???"

Tava mesmo cómica. Só visto. Héé Héé

Ela adorou o Pai Natal e nesta fase dá gosto saborear a inocência dela. O nosso Pai Natal estava muito mal disfarçado mas mesmo assim agarrou-se a ele para tirar fotos e dar beijinhos como se ele fosse a pessoa mais importante e linda do mundo ;))