terça-feira, agosto 16, 2005

A caminhada

Dói-me o corpo todo. Doem-me músculos que nem sabia que existiam.
Claro que no sábado fiquei até à ultima na minha mãe com a filhota. Resumindo, dormi pouco. O despertador tocou às 6h da manhã mas só saímos às 7h30.
Parámos 10 minutos para tomar o 1º pequeno almoço e seguimos. Conversa daqui, conversa dacolá e até se foi andando bem.
Já perto da Areosa atestámos com o 2º pequeno almoço (aparte:comi um croissant aquecido com queijo, humm... com a dieta já não me lembrava de comer nada tão bom, que consolo.fim do aparte). À pois, porque isto gasta muita energia!!
No Alto da Maia (já bastante perto) as minhas costas estavam encharcadas. Vermelha que nem um tomate. Água, muita água, por favor.

Quando chegámos tivemos de ficar um pouco a descomprimir. O fresquinho e a paz do interior da igreja ajudou a relaxar. Dei-me conta que já lá não entrava desde o meu casamento há 6 anos atrás.

Foram cerca de 2h30 sempre a andar. Até nem custou tanto como eu pensava. Só um bocadinho. O truque é nunca pensar no que ainda falta e ir andando. Passámos por sitios onde me farto de passar de carro. A pé descobri coisas que nunca tinha reparado.
Éramos quatro, tivemos conversa para o caminho todo.

A minha cunhada Lurdes tinha-me dito que daí a 15 dias voltava a fazer o mesmo. Eu disse-lhe para deixar ver como corria e depois dizia se a acompanhava. No fim disse-lhe ok. Desta vez vieste comigo, da próxima venho eu contigo. (Disse aquilo ainda a quente, se me doesse o corpo como me dói agora, não sei não...)
A patareca entretanto chegou com o paizão de carro, claro. :) Ficámos mais um bocadinho e viemos embora.
Não sou católica praticante. Não rezo, mas tenho fé, acredito em algo, por isso mantenho conversas interiores. É essa a minha forma de me expressar, de me aguentar nas alturas menos boas e de agradecer quando as coisas boas acontecem. Este foi um agradecimento sincero.

Depois estivemos a fazer mudanças. SIM, estávamos cheias de energia. A minha cunhada está a mudar de casa, resumindo tem de deixar a dela e a nova ainda não está pronta. Estão numa emprestada por uns meses. Uma casa minúscula, sem armários. Tanto caixote, tanta roupa. Estivemos a tentar pôr aquilo habitável.
Às vezes dava comigo a perguntar-me como ainda me aguentava.
Só pensava no dia seguinte que era feriado. Já tínhamos um churrasco combinado, mas sempre era descanso.

Agora giro, giro, foi quando me levantei ontem e hoje. Bom... ontem nem me mexia. Doía-me o corpo todo. É o que dá não fazer exercício. Hoje ainda me dói tudinho.

Mas valeu a pena. Estou com aquela sensação de dever cumprido.



14 comentários:

AnaBond disse...

mas afinal... fizeste isso porque te apeteceu? simplesmente porque te apeteceu? há doidos para tudo, muahahahah (ó pró meu riso de bruxa).

agora a sério... entendo muito bem porque é que ainda foste fazer mudanças... à muito tempo que não faço uma caminhada dessas, fiquei até com inveja... sabe muito bem, no final...

agora... acho que tens mesmo de repetir... só te faz bem.
beijo (espero que tenha conseguido ajudar-te)

Alice disse...

Eu completei este post já depois de teres colocado o comentário.
Foi promessa mesmo. Pela minha mais que tudo. :)

AnaBond disse...

agora entendi... principalmente por aquele post ali em baixo.

(e agora fiquei com a ideia estúpida que não devia de ter brincado com o assunto... lá está, volta e meia brinco demais e podem levar-me a mal... espero que não fiques chateada comigo)

beijo

Alice disse...

Tás tola????
Vou considerar-te oficialmente chanfrada. Hii Hii
Claro que não fiquei chateada com nada.
Gosto muito de visitar o teu blog e os teus comentários são sempre SUPER bem vindos.
Tu és bruxinha, mas nem tanto... :)
Chuac! (isto foi um beijinho virtual)

AnaBond disse...

isto tornou-se um troca de garlhadetes... não era suposto estar aqui neste post...
bom... tu saberás se hás-de apagar estas 'tonterias'.

sim, olha a novidade... sou chanfrada.... hum.... não te dou é taça nenhuma por teres chegado a essa brilhante conclusão. :P

ainda bem que gostas dos meus comentários... ufff, já me safei desta ;)
:P

toma lá um beijinho virtual enorme de volta... porta-te mas é bem.

Costinhas disse...

Posso interromper?! hehehe

Quando é de coração tudo vale a pena.

Um beijinho
Sandra

Gina disse...

Olá Alice!
Sou nova por aqui... gostei do teu blog.
Gostava de fazer uma caminhada assim... deve valer a pena, apesar das dores...
Parabéns pela tua "patareca"!
Visita o nosso blog!
Beijinhos,
Gina e Gonçalo

Mamuska disse...

Acho que o que interessa é que te sintas bem contigo própria por teres cumprido a promessa :)
Beijosss

Ps- Já cá estou em cima :)

Isabel (akombi) disse...

por ter medo de não cumprir nunca faço esse tipo de promessas, mas ademiro quem as consegue cumprir.

jinhos

Ana Santos disse...

Olá,
tinha prometido fazer uma pareçida, talvez uns 50 km, mas não tenho quem me acompanhe. Costumamos fazer cá principalmente em Setembro pelas festas da Serreta a Nossa Senhora dos milagres.
jinhos,
ana e tesourinho

Filipa disse...

Sabe bem essa sensação... é uma paz!!!

Rita disse...

Bom está comprovado que o exercicio deve ser feito com regularidade, senão no final...aiaiaiai...

Beijinhos

Rita e Vasquinho

arwen disse...

Não te conheço mas descobnri o blog, tb tenho um baby blog, adorei esse gesto... só tenho a dizer que a fé é que nos salva!
beijinhos

Mamã disse...

Grande força tives-te!!!